Gastronomia em Cambuí
O SABOR DA COMIDA MINEIRA

Gastronomia Mineira

Passada de geração em geração, a magia da culinária mineira é pura tradição. Suas receitas e ingredientes traduzem as raízes do povo mineiro. Dos portugueses, da vida interiorana e tropeira, do povo indígena e africano. O resultado é a mais saborosa tradução desta química de povos e culturas tão distintas.

Mas Minas Gerais é um estado enorme, e cada região possui suas características e ingredientes próprios e particulares, o que enriquece ainda mais sua culinária. E não é diferente com o extremo Sul de Minas. Cambuí e região possuem seus próprios sabores, influenciada pela não menos saborosa culinária do interior paulista.

Dos pratos mais típicos da região encontramos aqui a famosa leitoa à pururuca, acompanhada de arroz branco, tutu e couve mineira. Da carne de porco ainda temos o torresmo como acompanhamento ou tira-gosto, a panceta, o suan e a bisteca. Comum na região é também o frango caipira, cozido na panela de pressão com o caldo amarelo, servido separado ou misturado com arroz e farinha, resultando na famosa frangada ou galinhada. Peixes também possuem uma grande variedade: traíra, tucunaré, pacú, tilápia e etc, assados inteiros ou fritos em tiras como tira-gosto.

A região também é rica nas quitandas. O mais que famoso e consagrado pão de queijo, o biscoito de polvilho, típico da região, além de broas e pães diversos. Doces caipiras dos mais variados tipos: goiabada, figo, abóbora, leite... servidos separados ou misturados com o mais puro queijo mineiro. O virado de banana, preparado com farinha de milho e queijo é patrimônio histórico de Cambuí, sendo uma tradição passada de geração a geração.

Em Cambuí encontramos uma culinária riquíssima que pode ser apreciado por todos que aqui visitam. Venha se deliciar.



VIRADO DE BANANA - PATRIMÔNIO HISTÓRICO DE CAMBUÍ

Virado de Banana

O virado de banana é a iguaria mais típica de Cambuí, mas por alguma estranha razão, não se encontra em lugar algum para se consumir. A verdade é que a tradição é consumir em casa mesmo, no café da manhã ou da tarde, ou naqueles dias chuvosos.

A origem da receita se perdeu no tempo. Alguns dizem que ela remonte à época dos bandeirantes, quando os 3 igredientes principais (banana, farinha de milho e queijo) eram produzidos na região. E o costume permanece até hoje. Desde 2006 o virado de banana está no livro de patentes do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais - IEPHA. O próximo passo será o tombamento da receita.

Ingredientes
Serve: 5 
• 6 bananas maduras e firmes picadas em rodelas
• 2 colheres (sopa) de manteiga
• 6 fatias finas de queijo minas
• 1/2 xícara de açúcar
• 1 colher (chá) de canela em pó
• 4 colheres (sopa) de farinha de milho, ou quanto baste

Modo de preparo
Preparo: 5 mins  -  Cozimento: 10 mins  -  Pronto em: 15 mins 
1. Em uma frigideira, derreta a manteiga e frite as bananas.
2. Cubra com as fatias de queijo e vá mexendo devagar, em fogo brando, para que possam derreter.
3. Polvilhe com o açúcar misturado com a canela. Por último, vá polvilhando com a farinha de milho, até formar uma mistura solta e leve. Sirva a seguir, ainda quente.

Dicas:
• A manteiga pode ser substituída por 2 colheres (sopa) de óleo.
• Para cortar a acidez, que pode provocar azia, acrescente 1/2 xícara de leite depois que a banana estiver frita.
• Nunca permita que a banana se desmanche totalmente.
• Use sempre farinha de milho caipira, de pequenas fecularias.
• Sirva bem quente, a ponto de quase queimar o céu da boca, com café coado na hora.



ONDE COMER EM CAMBUÍ

Tanto a cidade de Cambuí quanto a de Córrego do Bom Jesus possuem ótimos lugares para se saborear a típica culinária mineira, além de muitas outras opções de cardápio.
Clique aqui e conheça os melhores lugares para se comer.